O Curso de Farmacia

Química Farmacêutica


pos-farmacia_clinica-150x150

Química Farmacêutica envolve a descoberta, desenvolvimento, síntese e estudo da relação entre estrutura química e atividade biológica de novos compostos e entender os vários mecanismos de um fármaco, terapêuticos ou colaterais e também entender o comportamento farmacocinético e físico-químico dele. A Química Farmacêutica (QF) já foi conhecida como Farmácia Química e hoje é conhecida como Farmoquímica, Química Terapêutica e Química Medicinal.

Algumas definições importantes. Droga é toda substância química, que não seja alimento e tenha capacidade para produzir efeito farmacológico e provoque alterações somáticas e funcionais, sejam benéficas ou maléficas. Tóxico ou Veneno é uma droga ou algo com drogas que sempre produzem efeitos maléficos. Fármaco é toda substância que tenha estrutura química definida e seja usada para modificação ou exploração de sistemas fisiológicos ou estados patológicos para causar benefícios. Medicamento é toda substância ou várias substâncias conjugadas que tenha ação benéfica se usada conforme suas propriedades e indicações. A OMS não distingue fármaco e medicamento. Remédio é tudo que serve para combater dores e doenças, incluindo os medicamentos. É um termo comumente usado por leigos como sinônimo para medicamento e especialidade farmacêutica.

A maioria dos fármacos são bases orgânicas, ou ácidos, então por diversos motivos são usados como sais: para reduzir a toxicidade; melhorar a disponibilidade biológica através da alteração da absorção, aumento da potência e do prolongamento do efeito; modificar as propriedades físico-químicas como fotossensibilidade, estabilidade, solubilidade e características organolépticas. Nem todos os sais podem ser usados para fins terapêuticos, então são usados alguns ânions e cátions também como o bicarbonato, procaína e cálcio.

Nao tem comentarios »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL


Leave a Reply